fbpx

Gerenciamento de e-commerce para Micro e Pequenas Empresas!

Modelo post BLOG DBMK 9

Atrair, engajar e vender é certamente o desejo de todas as empresas no ambiente físico, e no virtual também, portanto, o bom gerenciamento de e-commerce para micro e pequenas empresas, é fundamental.

Não basta simplesmente ter um e-commerce, é necessário compreender todas as possibilidades que essa plataforma traz para o seu negócio, e especialmente, saber como realizar o gerenciamento adequado.

Se engana quem pensa que ter um e-commerce é simplesmente expor produtos na internet, vender, embalar, enviar e receber. As melhores práticas no gerenciamento de e-commerce para micro e pequenas empresas, envolvem processos, estratégias, logística, atendimento, e muito mais.

As micro e pequenas empresas tem muito a ganhar com as vendas pela internet, realizar o gerenciamento do seu e-commerce requer conhecimento e uma séria de boas práticas. Para isso, contar com o suporte da DBMK, trará resultados rápidos, eficientes e assertivos para a sua empresa.

O que é o Gerenciamento de e-commerce para Micro e Pequenas Empresas?

Precisamos começar dizendo que conceitualmente, e-commerce é um conceito que se aplica a qualquer transação comercial realizada pela internet, ou seja, venda de produtos, serviços e até mesmo leilões.

O Gerenciamento de e-commerce para micro e pequenas empresas, é especialmente relevante, pois garante, além de suas vendas, fidelidade e recorrência de seus clientes. Um cliente bem atendido volta a comprar, e também indica o fornecedor para seus pares, e todos sabemos que, uma indicação realizada por alguém em quem confiamos, é uma poderosa ferramenta de divulgação.

Portanto, o gerenciamento de seu e-commerce é item fundamental para sua empresa, é preciso pensar em diversos itens como, a plataforma utilizada, a operação do portal e de tudo que está por trás dele e precisa funcionar perfeitamente, como avaliar os fornecedores, a sua produção, monitorar a concorrência, mídias, atendimento, logística, pós-venda, promoções.

Como você pode notar, diversos fatores compõe o gerenciamento do e-commerce, micro e pequenas empresas, precisam ter muita atenção a cada ponto, adquirir conhecimento e chegar a expertise para cada um deles, é certeza de sucesso para a sua empresa.

Para que serve o Gerenciamento de e-commerce para Micro e Pequenas Empresas?

O Gerenciamento de e-commerce para micro e pequenas empresas, serve justamente para que seja possível controlar cada pedacinho de sua operação de vendas online. Pensar em toda a cadeia, estruturar os processos, pensar nas estratégias, vender mais, ter mais clientes satisfeitos, gerar mais engajamento, mais vendas, e mais sucesso para a sua empresa.

Confira agora diversas dicas sobre pontos fundamentais para o sucesso de seu e-commerce!

Plataforma:

A plataforma é o sistema responsável pelo gerenciamento e também pela forma como as pessoas verão os seus produtos os serviços na internet. Existem muitas opções no mercado, mas antes de escolher, é preciso considerar alguns pontos.

  • Precisa permitir inclusão e exclusão de produtos
  • Fácil gerenciamento de preços e estoque
  • Proteção às informações da empresa e também dos clientes
  • Descrição dos produtos
  • Garantir segurança das informações
  • Organizar pedidos, formas de pagamento e prazos de entrega
  • Possibilidade de integração com sistemas que sua empresa já utiliza
  • Relatórios, para acompanhamento de tráfego, vendas, etc.

Tipos de Plataforma encontrados no mercado:

  • Pagas: em geral são robustas, possuem atendimento para auxílio ao uso, estabilidade, são constantemente atualizadas. Existem muitas opções de preços e personalizações.
  • Gratuitas: são em geral open source, ou seja, tem código aberto, e, portanto, boas possibilidades de personalização, o suporte para uso nem sempre existe, e são menos estáveis. Mas é possível encontrar boas opções, e com ajuda de um desenvolvedor, chegar até um bom produto.
  • Própria: Nesse caso, é fundamental ter um desenvolvedor, ou uma equipe dedicada, tanto para o desenvolvimento, quanto para manter tudo atualizado e realizar possíveis correções.
  • Plataformas de Entrada: Essas têm mensalidade e critérios fixos, são uma excelente opção para iniciar trabalhos de e-commerce.

Avaliação de Fornecedores:

É preciso pensar em duas vertentes ao avaliar fornecedores para o seu e-commerce. A Avaliação de Fornecedores é o ato de olhar de perto tudo que compete a empresa que lhe fornecerá um produto ou serviço, antes de contratá-la é claro.

Isso é válido tanto para os fornecedores de produtos e serviços para a plataforma, como a plataforma, servidores, anúncios, etc. Como também para possíveis fornecedores de produtos ou serviços que você venderá, ou revenderá em seu portal.

Ciclo de Operação:

Gerenciamento de e-commerce para micro e pequenas empresas, envolve também o gerenciamento adequado do seu Ciclo de Produção. É realmente necessário planejar produção e estoque, para que haja efetivo sucesso em suas vendas.

Deixar o seu e-commerce sem determinado produto que vem sendo procurado, é ruim, faz com que, além da sua empresa perder vendas, seus concorrentes se tornem mais conhecidos por um público que você já havia conquistado.

Por outro lado, ter um estoque muito grande de produtos com baixa comercialização, faz com o dinheiro de sua empresa fique dentro do seu armazém, e não girando e movimentando seu negócio.

Segurança:

Quem compra na internet, considera segurança um item fundamental na hora de determinar de qual loja comprarão. Portanto, é imprescindível que o gerenciamento de seu e-commerce, leve a segurança muito a sério.

O consumidor precisa se sentir seguro em seu portal, para assim, dar seus dados e informações bancárias e pessoais. Ninguém dá estas informações para sites que pareçam passíveis de vazamentos, ou de operações fraudulentas.

Há 3 itens fundamentais, veja:

  • Disponibilidade: garanta que as informações de cada usuário estejam disponíveis para ele, e somente para ele sempre. Praticidade no uso é importante, quando o seu cliente já preencheu o seu cadastro, ele não quer ter que refazer, ele quer que essa informação esteja disponível para quando precisar.
  • Confidencialidade: garanta que os dados e informações do usuário sejam vistos somente por pessoas autorizadas por ele. Isso é fundamental para o sucesso de seu e-commerce.
  • Integridade: garanta que todas as informações prestadas por seu cliente, não sejam alteradas sob nenhuma circunstância. Por exemplo, não utilize plataformas que apresentam instabilidade em cadastros, e que podem misturar dados de pessoas diferentes.

Pagamento:

Opções de pagamento convencionais do mercado são importantes para o seu e-commerce! Os clientes buscam por soluções fáceis e comuns, como boletos, cartão de crédito, pagseguro. Você pode criar a sua, o que no final tem um custo relativamente alto, pois envolve desenvolvimento e manutenção, ou, usar uma solução de mercado.

É importante que, além da transação financeira, a ferramenta cuide da gestão do relacionamento com o cliente, informação, por exemplo, liberação do pagamento, dos produtos. Faça gestão de riscos, inadimplentes, e proteja os dados do comprador.

Tenha em mente que check-outs complicados, são responsáveis por até 11% dos carrinhos abandonados em sites, esse momento precisa passar credibilidade e ser fácil.

Considere que o check-out, ou pagamento, precisa ser:

  • Simples
  • Transmitir credibilidade
  • Ter navegação clara
  • Isolamento do restante de sua loja, para que não haja distrações
  • Botões de ação claros
  • Formulários fáceis
  • Instruções e feedbacks
  • Pagamento online eficiente

Análise de Concorrência:

É muito importante estar atento aos preços praticados por seus concorrentes, analisar o que, como, para quem, quanto vendem. Com o auxílio da DBMK, é possível traçar estratégias para que a sua empresa entenda os concorrentes, e saiba como definir boas práticas para combatê-los.

Estoque e Logística:

Este ponto é fundamental para o gerenciamento de e-commerce para micro e pequenas empresas. Gerir o seu estoque é, sem dúvida, um dos maiores desafios para o sucesso de seu canal de vendas online.

Não é simplesmente manter tudo organizado, é potencializar o uso do espaço físico, controlar cada item com precisão, saber qual a melhor forma de envio para cada cliente, e acompanhar cada entrega, de ponta a ponta.

O processo de picking and packing, ou seja, retirada, embalagem e envio da mercadoria, tem que ser preciso. Seu cliente não comprar algo que não existe mais no estoque real, então, a atualização de sua plataforma tem que acontecer na mesma velocidade de suas vendas.

Considerando a logística, precisamos pensar também em tributos, se a sua loja vende para diversos estados, fique atento a tributação de cada um deles. Além disso, é preciso fazer muitas contas para definir a sua estratégia para frete.

Muitas lojas começam oferecendo frete grátis, faça as contas e veja se isso é possível ao seu negócio, um entrega bem realizada, inclui manuseio correto da mercadoria, e isso tudo, em geral, tem algo custo. Pode ser uma boa estratégia oferecer gratuidade ao frete, depende muito do caso de sua empresa, certamente uma consultoria especialidade em micro e pequenas empresas pode ajudar nessa decisão, como a DBMK.

Você precisa considerar por exemplo, se é mais viável contratar uma transportadora, ou ter uma parceria com os correios. Precisa saber como calcular o valor e o prazo de entrega dos produtos para local. Veja aqui pontos importantes:

  • Sempre cote uma transportadora próxima a você, nos casos regionais, e se necessário, uma grande empresa, para distribuição nacional,
  • Verifique os processos de entrega dessas empresas, e considere a Rastreabilidade em sua escolha, este é um grande diferencial para o seu e-commerce,
  • Consulte tabelas de frete para facilitar o seu dia a dia.
  • Compare com os valores praticados pelo Correio.

Veja um breve comparativo entre o uso dos Correios e Transportadoras:

Correio:

  • Benefícios exclusivos para empresas,
  • Serviço de entrega expressa exclusivo para lojas digitais,
  • Limite de peso fixado em 30 quilos.

Transportadora:

  • Negociação de valores e nível de serviço por contrato,
  • Baixo risco de paralização
  • Sem limite de peso.

Além disso, você pode o seu serviço exclusivo de entregas, ao menos para determinada região, contratando motoboys, por exemplo.

Pense também na maneira como embala seus produtos, é claro que eles precisam estar seguros, especialmente os itens que quebram com facilidade, mas você também pode aproveitar a embalagem para dizer algo ao seu cliente.

Seja sempre transparente com o seu cliente, se houver algum problema na entrega, não cause incomodo, mas informe. Primeiro, tente resolver qualquer problema, e, em caso de real necessidade, avise cordialmente seu cliente sobre atrasos na entrega.

Atendimento:

A maneira e a agilidade com que atendemos as pessoas, faz total diferença na decisão de compra, e também na indicação e volta deste cliente ao nosso site. O atendimento precisa ser um ponto estratégico do seu e-commerce, bem planejado e executado.

O autoatendimento, direto pelo site é uma ótima estratégia para micro e pequenas empresas. Isso torna possível solucionar as principais dúvidas dos clientes 24 horas por dia, 7 dias por semana, uma ferramenta de chat também ajuda muito.

Veja pontos muito relevantes sobre a qualidade do Atendimento:

  • Dê atenção aos emails, ligações e mensagens enviadas por seus clientes, quando alguém usa tempo para falar com a sua empresa, está esperando resposta.
  • Sempre fale com seu cliente de maneira cordial, atenciosa e pessoal.
  • Posicione o seu cliente sobre o que está acontecendo.
  • Não se esqueça de suas redes sociais, as pessoas interagem muito através delas.
  • Avise seu cliente sobre problemas com o pedido ou entrega dele.
  • Tenha política de trocas, e torne-a simples.
  • Tenha pesquisa satisfação, é importante saber o que o cliente achou da experiência de comprar de sua loja.
  • Todo o seu atendimento, desde a primeira pergunta, até o pós-venda, precisa ser incrível!

Divulgação:

Invista na divulgação de seu e-commerce! Realize campanhas de e-mail marketing regulares, apareça em seus canais de mídia social, gere engajamento de seus seguidores.

Estruture sua plataforma para SEO:

SEO –  ou Search Engine Optimization, ou, otimização dos motores de busca, pode ajudar muito a aumentar e melhorar o tráfego em seu e-commerce.

O bom gerenciamento de e-commerce para micro e pequenas empresas, passa por uma estratégia de SEO, afinal, que loja não quer estar entre os primeiros resultados do Google?

Quais são os reais benefícios do Gerenciamento de e-commerce para Micro e Pequenas Empresas?

Como você deve ter notado, o gerenciamento de e-commerce para micro e pequenas empresas, é fator primordial para aumento de vendas, e muito mais sucesso do seu negócio.

O bom gerenciamento lhe permite atrair cada vez mais clientes, vender e entregar com muito mais precisão e controle, saber melhor quanto investe em cada área, e quanto vende.

Certamente, vender mais, investir adequadamente em cada área, são benefícios que as empresas buscam constantemente, e com a consultoria da DBMK, isso é plenamente possível

Para quem se dedica o Gerenciamento de e-commerce para Micro e Pequenas Empresas?

O gerenciamento de e-commerce para micro e pequenas empresas, como o nome já deixa claro, é dedicado à todas as micro e pequenas empresas.

Basta ter desejo de vender através da internet, que a DBMK lhe auxilia a fazer da melhor maneira, com o investimento correto, previsões de retorno, aumento de vendas e muito mais!